sexta-feira, 2 de março de 2012

Leituras...

Deparei-me com este texto que me deixou a reflectir. "Perdi-me" dentro dele porque, às vezes, me sinto num "labirinto", do qual não alcanço a saída/solução...
Beijos prometidos
D.

 
_____________


"Os amantes de hoje preferem a droga mais leve, o tabaco mais light ou o café descafeinado. Já ninguém quer ficar pedrado de amor ou sofrer de uma overdose de paixão. As emoções fortes são fracas e as próprias fraquezas revelam-se mais fortes. Sobre o amor não se tem controlo. É um sentimento que nos domina, que nos sufoca e que nos mata. Depois dá-nos um pouco vida. No amor queremos viver, mas pouco nos importa morrer e estamos sempre dispostos a ir mais além. Deixamo-nos cair em tentação, e não nos livramos do mal, embora procuremos o bem. No amor também se tem fé, mas não se conhecem orações: amamos porque cremos, porque desejamos e porque sabemos que o amor existe. Amamos sem saber se somos amados, e por isso podemos acabar desolados, isolados e deprimidos. Que se lixe! O amor não é justo, não é perfeito; no amor não se declaram sentenças nem se proferem comunicados. O amor prefere ser imprevisível, cheio de riscos e de fogo cruzado. No amor os braços não se cruzam, as palavras não se gastam e os gestos servem para o demonstrar. Amar também é lutar, e enfrentar monstros fabulosos com cabeça de leão, corpo de cabra e cauda de dragão. É uma ilusão, um sonho, um absurdo e uma fantasia. O amor não se entende, não se interpreta, não se discerne nem se traduz. Quem ama acredita, mas não sabe bem porquê, não sabe bem o quê, nem percebe bem como."

(Rogério Fernandes, in Alterne Activo)

23 comentários:

  1. Respostas
    1. Faz-nos pensar, não é?
      Beijos prometidos

      Eliminar
  2. ... amar é morrer da cura...
    e nos dias que correm ninguém quer sacrifícios, é tudo demasiado rápido para grandes investimentos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão. Ninguém quer os sacrifícios de ter de "investir" numa relação, tudo tem se quer rápido, indolor e instantâneo...
      Beijos prometidos

      Eliminar
  3. Não podia estar mais de acordo,só assim vale a pena amar,sempre assim vivi,e só assim faz sentido,certezas e calculismos,são para outras coisas.

    beijos meus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu querido, infelizmente, os calculismos fazem parte da existência humana, e quanto às certezas quem não as quer? Do resto, ainda resta a questão...será que vale a pena amar? Só para ter uns minutos fugazes de felicidade, dos quais se paga uma factura tão elevada?
      Beijos prometidos

      Eliminar
  4. Como já dizia o grande poeta William Shakespeare "É um amor pobre aquele que se pode medir."

    Beijos e um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Interessante frase, gostei.
      Um óptimo fim de semana para ti também.
      Beijos prometidos

      Eliminar
  5. Recupero onde dizes que o amor não se entende, não se interpreta, não se discerne, nem se traduz.

    COMPLETA VERDADE, acrescento eu !

    Beijo(ta)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jota, eu não disse, limitei-me a citar, o autor dessas frases é Rogério Fernandes;)
      Quanto a serem verdade, concordo contigo, por isso as postei.
      Beijos prometidos

      Eliminar
  6. A falta de palavras melhores, digo-te que adorei! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E queres melhores palavras do que essas?
      Beijos prometidos

      Eliminar
  7. Esta citação calhou mesmo bem.
    Andava, até este momento à espera que alguém me pudesse esclarecer minimamente sobre o tema [amor].



    Há muito que me convenci de que o amor... sim... o tal, o verdadeiro era "suicidio".
    Afinal... estava certo!
    :)
    Desculpa-me o sarcasmo... a ironia... mas, quiça um dia, o entendas tu de outra forma.
    Stay safe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu querido, infelizmente, ou felizmente, sei-o na pele e melhor do que possas sequer imaginar. Isso não invalida gostar de ler reacções diferentes das minhas e que as cite, porque afinal a nossa descrença e sarcasmo sobre este tema, será a correcta ou a errada?
      Ahhh e quem me dera ter conseguido manter-me no "stay safe", se calhar o meu cinismo actual não minaria os meus sentidos.
      Beijos prometidos

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Quem te manda deixar-me com "curiosidade"?
      ;)
      Beijos prometidos

      Eliminar
  9. um silencio para o que li, assim soa ainda em mim...um sussurro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um sussurro que nos deixa a reflectir;)
      Beijos prometidos

      Eliminar
  10. Amor é lá qualquer coisa entre o desejo e outro desejo. Até calhou a leitura.

    Beijos.Me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente tentar dissociar amor de desejo é uma tarefa algo difícil...
      Beijos prometidos

      Eliminar
  11. Gostei da tua "abertura" irónica - proporcionaste-me um sorriso.
    Quanto ao facto de gostares de absorver reacções diferentes das tuas, só te torna maior do que aquilo que já és, sinceramente.
    Já sobre o "correcto" ou o "errado", bom... acho que não preciso nem devo dizer mais. Oxalá, pudesse eu arrepender-me do que já disse.







    Eu sei que tenho uma maneira muito esquisita de "falar" e por isto mesmo, o tal "stay safe" não foi devidamente entendido, mas também não interessa nada.

    Para ti, os meus melhores sentimentos (uma vez mais muito sinceramente) signifique isto o que significar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu querido, Mikhael
      Proporcionar-te um sorriso, já me deixa também a mim com um sorriso;)
      Não gostas de reacções diferentes das tuas? Arriscar-me-ia a afirmar que sim, pela nossa breve troca de palavras sinto que és um homem inteligente, apesar de tal "qualidade" ser, muitas vezes, sentida como um defeito por esta sociedade...
      Beijos prometidos

      Eliminar
  12. É mais do que apenas gostar. Eu preciso delas, as tais reacções diferentes das minhas, tendo em conta a minha sede de verticalização.
    Fui realmente sincero quando afirmei que só te fazem ser maior do que já és.


    Portanto, arriscaste bem. Mas evita mencionar a suposição da minha inteligência - olha que as paredes têm ouvidos.
    ;)

    ResponderEliminar

Deixa comigo o teu desejo...
Beijos prometidos

(NOTA: Se não conseguir comentar com facilidade tente clicar com o lado direito do rato em cima do espaço onde deveria comentar e em "este frame" escolher "abrir nova janela" e comentar então. Assim resulta sempre!)