quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Porque...

Porque hoje me deitei com estas palavras a invadirem-me o pensamento como uma maré revolta. 
E acordei com elas... no pouco que dormi:

Beijos prometidos
D.

"Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Escrever, por exemplo: “A noite está estrelada,
e tiritam, azuis, os astros lá ao longe”.
O vento da noite gira no céu e canta.

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu amei-a e por vezes ela também me amou.
Em noites como esta tive-a em meus braços.
Beijei-a tantas vezes sob o céu infinito.

Ela amou-me, por vezes eu também a amava.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que já a perdi.

Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.
E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.
Importa lá que o meu amor não pudesse guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.

Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.
A minha alma não se contenta com havê-la perdido.
Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a.
O meu coração procura-a, ela não está comigo.

A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores.
Nós dois, os de então, já não somos os mesmos.
Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei.
Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido.

De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos.
Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda.
É tão curto o amor, tão longo o esquecimento.

Porque em noites como esta tive-a em meus braços,
a minha alma não se contenta por havê-la perdido.
Embora seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

(Pablo Neruda)

12 comentários:

  1. Tão Belo e tão pungente...

    Beijos carinhosos caríssima e estimada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um grito d'alma...
      Beijos prometidos

      Eliminar
  2. olá bom dia, obrigada pela visita!
    este poema do pablo é bem bonito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um prazer visitar-te e receber a tua visita;)
      Beijos prometidos

      Eliminar
  3. Pablo Neruda... Eterno...

    Beijo
    Cat.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo o que é intenso e belo pode ser eterno!
      Beijos prometidos

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Plenamente de acordo, mas tb mt triste!
      Beijos prometidos

      Eliminar
  5. Doce Desire...lindooo
    Beijos em ti cheio de carinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada minha querida, estava mesmo a precisar de um carinho. Às vezes a desilusão sufoca-nos.
      Beijos prometidos

      Eliminar
  6. Estive por aqui entretida a ler alguns dos teus textos, e devo confessar que gostei imenso da forma como te expressas e cativas!
    Adorei a tua ideia das histórias partilhadas, talvez um dia, quem sabe! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas tuas amáveis palavras!
      Beijos prometidos

      Eliminar

Deixa comigo o teu desejo...
Beijos prometidos

(NOTA: Se não conseguir comentar com facilidade tente clicar com o lado direito do rato em cima do espaço onde deveria comentar e em "este frame" escolher "abrir nova janela" e comentar então. Assim resulta sempre!)